UNFPA Guinea-Bissau

UNFPA na Guiné-Bissau

Data: 20/06/2012

O UNFPA apoia os países na utilização de dados sociodemográficos para a formulação de políticas e programas de redução da pobreza.

O UNFPA contribui para assegurar que todas as gravidezes sejam desejadas, todos os partos sejam seguros, todas as pessoas jovens fiquem livres do VIH e todas as meninas e mulheres sejam tratadas com dignidade e respeito.

O UNFPA procura melhorar a qualidade de vida e promover a expansão de oportunidades para as pessoas e os casais. Ao longo do tempo, as escolhas reprodutivas que as pessoas fazem podem alterar significativamente as suas vidas e as sociedades em que vivem.

Na Guiné-Bissau, o UNFPA apoia a implementação de uma abordagem aos cuidados de saúde reprodutiva que inclui: o acesso universal a informações que permita uma decisão informada , o acesso a uma  ampla diversidade de métodos contraceptivos, garantir que os serviços pré-natais e obstétricos de qualidade estejam disponíveis para todas as grávidas através de kits dos cuidados obstétricos de urgência, o acesso a materiais, medicamentos e equipamentos essenciais para prevenir e controlar  infecções sexualmente transmissíveis, incluindo o VIH, disponibilizar informação e serviços de saúde reprodutiva  jovens.

O UNFPA apoia  os países em desenvolvimento a evidenciar essas ligações e incluir esses temas nos planos e políticas nacionais. O UNFPA tem apoiado a participação comunitária para aumentar o acesso das mulheres e das famílias aos serviços de saúde, através, por exemplo do mutualismo para a saúde.

Na Guiné-Bissau, o  UNFPA tem ajudado o país a realizar o III Recenseamento Geral da População para apoiar as políticas e programas nacionais  de desenvolvimento com dados mais  fiáveis e mais actualizados.

O UNFPA respeita a diversidade cultural, mas  rejeita todas práticas que colocam mulheres e meninas em risco.

Na Guiné-Bissau o UNFPA trabalha com as Redes Juvenis, com as Mulheres Parlamentares e ONG no sentido de promover o respeito pelos Direitos Humanos incluindo os Direitos Reprodutivos.